Regulamento

1. DO OBJETIVO GERAL DESTE REGULAMENTO

 

O presente Regulamento tem o objetivo de estabelecer as regras e diretrizes a serem seguidas no Campeonato TOTAL KART, as quais devem ser rigorosamente observadas por todos os participantes, sem qualquer exceção.

2. DA COMPOSIÇÃO DO CAMPEONATO

O Campeonato TOTAL KART é formado, basicamente, por seus pilotos participantes, membros da Comissão Organizadora e pela Direção de Prova, que garantirá o bom andamento das corridas, aplicando-se as previsões deste Regulamento.

Dos Pilotos

 

Poderão participar do Campeonato TOTAL KART pessoas de qualquer sexo, maiores de 14 anos e que estejam aptos(as) física e mentalmente para participar das etapas, de acordo com as normas estabelecidas pelo kartódromo.

Os(As) pilotos menores de 18 anos deverão apresentar autorização expressa do seu responsável legal, o qual deverá estar presente em cada etapa do Campeonato.

 

Da Comissão Organizadora

 

A Comissão Organizadora do Campeonato TOTAL KART é composta pelos seguintes membros, dotados das respectivas funções:

  1. Presidente: Roberto Veloso.

  2. Secretário e Gerente de Tecnologia: Guilherme Alves.

  3. Gerente de Comunicação e Assessor Técnico: Bruno Wilke.

 

Da Direção de Prova

 

Compõem a Direção de Prova:

  1. O Diretor de Prova, contratado pela Comissão Organizadora;

  2. Funcionários do kartódromo que

  3. Fiscal de Box indicado pela Comissão Organizadora;

  4. Fiscais de Pista.

3. DA ORGANIZAÇÃO DO CAMPEONATO

Dos Veículos de divulgação Oficial

 

As divulgações do Campeonato TOTAL KART serão feitas através de qualquer mídia social disponível, especialmente pelo seu site oficial www.totalkart.com.br e também pelos aplicativos WhatsApp, Instagram e Twitter.

Todas as informações referentes às etapas, punições e possíveis alterações no regulamento, serão divulgadas nos canais oficiais acima indicados, ou outro meio informado previamente pela Comissão Organizadora.

 

Das Inscrições

 

A inscrição no Campeonato TOTAL KART será efetivada após pagamento da taxa estipulada pela Comissão Organizadora e após o conhecimento do candidato sobre as normas previstas neste Regulamento, com a assinatura do Termo de Compromisso no ato de inscrição.

 

O custo total para a participação no Campeonato TOTAL KART, para o ano de 2021, será de R$ 2.340,00 (dois mil, trezentos e quarenta reais), pagos conforme discriminado abaixo:

  1. R$ 1.690,00 (hum mil, seiscentos e noventa reais): referente ao aluguel do kart cobrado pelo kartódromo.

  2. R$ 650,00 (seiscentos e cinquenta reais): referente à anuidade do Campeonato.

 

O valor descrito no item anterior relativo ao aluguel do kart será válido apenas se o(a) piloto efetuar a quitação até a primeira etapa prevista para o ano; após esta data, o valor poderá sofrer reajustes de acordo com a estipulação do kartódromo.

O valor da anuidade pode ser objeto de desconto conforme divulgação feita pela Comissão Organizadora.

  1. Para o ano de 2021, aplica-se o de para o pagamento da do Campeonato efetuada até o dia 31/12/2020.

É de responsabilidade do(a) piloto ajustar o pagamento das parcelas acima até a realização da primeira etapa prevista para o ano, sob pena de exclusão do campeonato.

Pilotos excluídos do Campeonato ou desistentes não terão direito ao ressarcimento dos valores pagos.

Das Confraternizações

Em cada ano, são realizadas 02 (duas) confraternizações pelo Campeonato TOTAL KART, conforme datas a serem divulgadas pela Comissão Organizadora, sendo que:

  1. A primeira confraternização coincidirá com a Corrida do Milhão;

  2. A segunda confraternização coincidirá com a última etapa do Campeonato.

Terá direito de participar das confraternizações o(a) piloto que estiver em dia com a anuidade do Campeonato

.

Cada piloto poderá levar à confraternização que coincidir com a última etapa do Campeonato 01 (um) acompanhante sem custo adicional, desde que, seja seu(sua) cônjuge, noivo(a), namorado(a) ou seu(sua) filho(a).

O(A) acompanhante fora dos graus de relacionamento/parentesco acima relacionados poderá participar da confraternização mediante pagamento de quantia a ser estabelecida e divulgada pela Comissão Organizadora na época do evento.

Do Calendário de Provas

As etapas do Campeonato TOTAL KART serão realizadas conforme calendário divulgado pela Comissão Organizadora.

As datas poderão ser remanejadas; qualquer alteração do calendário será informada com antecedência pela Comissão Organizadora.

4. DO CAMPEONATO

Todas as etapas do Campeonato TOTAL KART serão realizadas no kartódromo RBC Racing, localizado à Rodovia MG-424 – Km 3, s/n, Bela Vista, Vespasiano – MG.

Dos Itens que compõem a Indumentária do Piloto

A Comissão Organizadora do Campeonato TOTAL KART disponibilizará aos(às) pilotos participantes os seguintes itens que compõem da indumentária de uso obrigatório nas dependências do kartódromo:

  1. Camisa

 

A não utilização de qualquer um dos itens mencionados no item anterior acarreta ao(à) piloto a perda de 03 (três) pontos (cumulativos por peça) na tabela classificatória do Campeonato.

O(A) piloto não poderá utilizar Macacão confeccionado por ou fazendo alusão à outro Campeonato, sob pena de ser desclassificado da etapa.

A Comissão Organizadora não se responsabiliza quanto à lembrança do uso da referida indumentária, cabendo ao piloto conhecer às regras do presente Campeonato.

Dos Itens e Dos Procedimentos de Segurança

São itens/procedimentos de segurança de uso imprescindível em cada etapa pelo(a) piloto:

  1. Capacete integral, com viseira, que deverá ser mantida fechada, sempre que o kart estiver em movimento;

  2. Luvas que cubram completamente os dedos, palma e dorso da mão;

  3. Sapatilha própria para a prática do kartismo ou, na falta desta, tênis ou calçado equivalente do tipo fechado;

  4. Macacão próprio para a prática do kartismo;

  5. Quando o(a) piloto possuir cabelos longos:

    1. Uso do cabelo preso, deixando-o inteiramente no interior do capacete.

  6. Balaclava ou toca fornecida pelo kartódromo;

 

A não utilização de qualquer um dos itens e/ou não observação de qualquer procedimento de segurança mencionados no item anterior acarreta ao(à) piloto a perda de 05 (cinco) pontos na tabela classificatória do Campeonato.

É recomendada a utilização dos seguintes equipamentos de segurança pelo(a) piloto:

  1. Colete protetor de costelas;

  2. Colar de proteção cervical.

 

A aquisição dos equipamentos de segurança, salvo o macacão fornecido pela Comissão Organizadora, é de responsabilidade exclusiva do(a) piloto.

Das Etapas do Campeonato – Procedimentos

Em cada etapa os(as) pilotos deverão estar presentes na sala de briefing do kartódromo até as 13:45hs, devidamente paramentados com a indumentária de uso obrigatório, para ser feita a chamada pela Comissão Organizadora, sob pena de largar na última colocação do Grid.

Caso haja impossibilidade de o(a) piloto comparecer a qualquer uma das etapas do Campeonato, não poderá enviar qualquer substituto.

A definição dos karts para cada piloto, dos traçados a serem utilizados para a etapa, do sentido do traçado (horário ou anti-horário) e da forma de largada (fila dupla ou indiana) dar-se-á através de sorteio, a ser realizado e divulgado no dia da prova, minutos antes da largada, na sala de briefing do kartódromo, por meio de ferramenta de informática ou outra disponível no local e validada pela Comissão Organizadora.

  1. Fica ressalvada à Comissão Organizadora, em conjunto com o Kartódromo, selecionar um traçado e/ou sentido (horário ou anti-horário) que melhor atenda às condições de segurança para a etapa, por exemplo, mas não somente, em dias de chuva.

  2. Na etapa relacionada à “Corrida do Milhão” não será feito sorteio do traçado e/ou do sentido do traçado, sendo utilizados, nesta etapa, o do Kartódromo RBC Racing, em seu .

  3. Na Etapa Final não será feito o sorteio do sentido do traçado, sendo utilizado, nesta etapa, o .

 

O sorteio contará, obrigatoriamente, com a presença de pelo menos um(a) piloto participante do Campeonato.

Os resultados das etapas estarão disponíveis no site oficial do Campeonato TOTAL KART, contendo, inclusive, as punições direcionadas aos(às) pilotos.

A classificação dos(as) pilotos, em cada uma de suas categorias, estará disponível no site oficial do Campeonato TOTAL KART.

A apuração dos tempos de volta e a cronometragem da prova é de inteira responsabilidade do kartódromo.

Dos Karts

Cada piloto largará com o kart sorteado nos moldes do título anterior.

Após o sorteio, só será permitida a troca de karts nas seguintes situações:

  1. Problemas mecânicos e que envolvam a integridade física e a segurança do(a) piloto e/ou demais participantes, devendo o vício ser informado, identificado e atestado pelo Fiscal de Box indicado pela Comissão Organizadora;

  2. Utilização do chamado “Push Kart”, quando o piloto poderá trocar seu kart sem qualquer justificativa, .

 

O(A) piloto que trocar de kart nos moldes do item anterior deverá pegar o primeiro (kart) da fila de reservas.

É de responsabilidade do(a) piloto comunicar ao Fiscal de Box sobre a troca de kart.

O(A) piloto que trocar de kart sem qualquer justificativa, após a utilização de todos os “Push Karts” a ele disponibilizados, e/ou o fizer sem a devida comunicação ao Fiscal de Box, será desclassificado da etapa.

É proibido ao(à) piloto realizar qualquer tipo de ajuste no kart, exceto quanto à posição do banco, sob pena de perder 05 (cinco) pontos na tabela classificatória do Campeonato.

As condições dos karts e da pista são de total responsabilidade do kartódromo.

Dos Lastros

A soma do peso do(a) piloto, sua indumentária, os equipamentos de segurança utilizados para a etapa e os lastros, a serem colocados em seu kart antes da largada, deve ser de, no mínimo, 110Kg (cento e dez quilogramas).

A responsabilidade pelo lastramento correto do kart será sempre do(a) piloto, com a fiscalização do Fiscal de Box indicado pela Comissão Organizadora, sendo recomendado que o(a) piloto sempre faça a checagem dos lastros colocados em seu kart.

 

Terminada a etapa, o(a) piloto deverá se apresentar ao Fiscal de Box, indicado pela Comissão Organizadora, para pesagem e nova checagem dos lastros colocados no kart, sob pena de ser desclassificado da etapa.

  1. Este item também se aplica ao(à) piloto que abandonar a etapa por qualquer motivo, exceto problemas médicos confirmados pela Enfermaria do kartódromo.

 

Entre o término/abandono da etapa e a pesagem do(a) piloto, não será permitida a ingestão de qualquer líquido ou sólido por ele/ela, sob pena de ser desclassificado da etapa.

Da Fórmula de Disputa

O Campeonato TOTAL KART será dotado de uma Fase Seletiva, realizada nas 03 (três) primeiras etapas do ano.

A Fase Seletiva será dotada de uma única tabela classificatória, sendo que os(as) pilotos largarão em bateria única.

Terminada a Fase Seletiva, os(as) pilotos serão divididos(as) em 02 (duas) Categorias, denominadas, para os fins deste Regulamento de:

  1. Categoria Principal; e

  2. Categoria de Acesso

 

A Categoria Principal será constituída pelos 15 (quinze) pilotos melhor classificados(as) na Fase Seletiva, sendo a parte restante da tabela direcionada para a Categoria de Acesso, cada uma (Categoria) dotada de sua própria tabela classificatória.

Também após terminada a Fase Seletiva, os(as) pilotos passarão a integrar a sua respectiva Categoria com a pontuação na tabela classificatória zerada.

Serão transferidas para a tabela classificatória de cada Categoria na fase Pós-Seletiva:

  1. As punições sofridas pelo(a) piloto, ao longo da Fase Seletiva, que tenham como consequência a perda de pontos na tabela classificatória;

  2. As bonificações conquistadas pelo(a) piloto ao longo da Fase Seletiva , quando se tratar da realização da volta mais rápida de uma etapa, .

 

O(A) piloto pode efetuar sua inscrição no curso do Campeonato.

  1. Se a inscrição acontecer no curso da Fase Seletiva, o(a) piloto passa a somar pontos a partir da etapa em que se inscreveu, .

  2. Se a inscrição acontecer após terminada a Fase Seletiva, o(a) piloto , e , citado no capítulo “Dos Karts” deste Regulamento.

 

Será considerado Campeão(ã) o(a) piloto que somar a maior quantidade de pontos na tabela classificatória de sua respectiva Categoria, observados os critérios de desempate previstos neste Regulamento.

Do Grid de Largada

O Grid de Largada da primeira etapa da Fase Seletiva e da primeira etapa da Fase Pós-Seletiva (quando os pilotos estarão divididos em suas respectivas Categorias) será formado por meio de Tomada de Tempo a ser realizada antes da corrida, no período de 05 (cinco) minutos.

O Grid de Largada das demais etapas será formado de acordo com a tabela classificatória, invertendo-se a ordem de pilotos, logo, o primeiro colocado da tabela classificatória largará em último, e assim sucessivamente, obedecidos os demais critérios deste Regulamento.

O(A) piloto que se encontrar inadimplente com as obrigações a ele impostas no título “Das Inscrições”, largará em último lugar no Grid.

As largadas serão sempre em movimento e poderão ser feitas da seguinte forma:

  1. Em fila indiana; ou

  2. Em fila dupla.

 

A definição do tipo de largada será feita através de sorteio, nos moldes do título “Das Etapas do Campeonato – Procedimentos” deste Regulamento.

Em ambos os tipos de largada, o(a) piloto poderá realizar ultrapassagens tão logo seja data a bandeirada inicial da etapa.

Da Pontuação

A pontuação das etapas será distribuída conforme quadro a seguir:

  1. Durante a Fase Seletiva do Campeonato:

Posição - Pontuação

     1º      -        35

     2º     -         33

     3º     -         31

     4º     -         29

     5º     -         27

     6º     -         25

     7º     -         24

     8º     -         23

     9º     -         22

    10º     -        21

    11º     -        20

    12º     -        19

    13º     -        18

    14º     -        17

    15º     -        16

    16º     -        15

    17º     -        14

    18º     -        13

    19º     -        12

    20º     -        11

    21º     -        10

    22º     -        09

    23º     -        08

    24º     -        07

    25º     -        06

    26º     -        05

    27º     -        04

    28º     -        03

    29º     -        02

    30º     -        01

 

  1. Durante a Fase Pós-Seletiva, respectivamente em cada Categoria:

 

Posição - Pontuação

     1º      -        20

     2º     -         17

     3º     -         15

     4º     -         13

     5º     -         11

     6º     -         10

     7º     -         09

     8º     -         08

     9º     -         07

    10º     -        06

    11º     -        05

    12º     -        04

    13º     -        03

    14º     -        02

    15º     -        01

 

A pontuação poderá ser alterada em virtude da quantidade de pilotos inscritos no Campeonato.

Caso haja empate entre pilotos, o desempate deverá obedecer a seguinte ordem:

  1. Maior número de vitórias;

  2. Maior número de segundos lugares;

  3. Maior número de terceiros lugares;

  4. Maior número de quartos lugares;

  5. Maior número de quintos lugares;

  6. Maior número de sextos lugares;

  7. Maior número de sétimos lugares;

  8. Maior número de oitavos lugares;

  9. Maior número de nonos lugares;

  10. Maior número de décimos lugares;

  11. Maior número de voltas mais rápidas;

  12. Total de pontos sem descartes;

  13. Sorteio.

 

A tabela classificatória refletirá a soma de pontos adquiridos pelos(as) pilotos em cada etapa, aplicados os descartes, subtraídas penalidades e acrescidas as bonificações, tudo moldes deste Regulamento.

Dos Descartes

Um Descarte é a desconsideração, na soma de pontos, da etapa em que o(a) piloto obteve a menor pontuação ao longo do Campeonato.

A Fase Seletiva será dotada de 01 (um) Descarte, aplicado a partir da 3ª etapa.

A Fase Pós-Seletiva será dotada de 02 (dois) Descartes, o primeiro deles aplicado a partir da 4ª etapa e o segundo aplicado a partir da 5ª etapa.

 

O(A) piloto que abandonar a etapa antes do seu término não poderá tê-la descartada, salvo:

  1. Problemas mecânicos no kart, os quais devem ser informados, identificados e atestados pelo Fiscal de Box indicado pela Comissão Organizadora;

  2. Problemas médicos confirmados pela Enfermaria do kartódromo;

  3. Não ser possível aplicar o descarte em outras etapas.

 

O(A) piloto que receber qualquer punição de pista em uma etapa, não poderá tê-la descartada, salvo não ser possível aplicar o descarte em outras etapas.

  1. Fica excepcionado o caso em que o(a) piloto sofrer tão somente punição de Advertência em uma etapa, quando poderá tê-la descartada.

 

Serão consideradas punições de pista, para os fins de Descarte, quaisquer daquelas passíveis de aplicação pela Direção de Prova, bem como as punições previstas neste capítulo (“Do Campeonato”) a partir do título “Dos Karts”.

Os(As) pilotos que faltarem a uma etapa poderão tê-la descartada, porém, largará em último na etapa seguinte.

O(A) piloto não poderá ter descartada qualquer etapa ocorrida antes da sua inscrição.

Das Bonificações

O(A) piloto que realizar a volta mais rápida da etapa receberá 01 (um) ponto de bonificação, que será acrescido na tabela classificatória, exceto se ele tiver sido desclassificado de tal etapa; neste caso, a segunda melhor volta receberá a bonificação.

O(A) piloto que terminar a Fase Seletiva em primeiro lugar e o(a) piloto que integrar a Categoria de Acesso com mais pontos entre os demais receberão, cada, 01 (um) ponto de bonificação, que será acrescido na tabela classificatória.

Das Punições

Não será admitida qualquer ofensa, xingamento, desrespeito, agressão física ou verbal de qualquer piloto, sob pena de sofrer uma das punições previstas neste regulamento, cabendo à Direção de Prova deliberar e decidir a medida cabível diante da gravidade do caso.

 

São punições aplicáveis aos(às) pilotos:

  1. Advertência;

  2. Perda pontos na tabela classificatória;

  3. Acréscimo de tempo ao seu tempo total de prova;

  4. Sujeitá-lo à posição imediatamente seguinte a que o(a) piloto prejudicado(a) tenha finalizado a etapa;

  5. Desclassificação de uma etapa;

  6. Exclusão do Campeonato.

 

Compete à Direção de Prova o registro de qualquer ato passível de punição, previsto neste Regulamento, bem como a aplicação das seguintes punições ao(à) piloto, dependendo da gravidade do caso:

  1. Advertência, sinalizada através da demonstração de uma placa amarela acompanhada do número do kart infrator;

  2. Acréscimo de 10 (dez) segundos ao tempo total de prova do(a) piloto infrator, sinalizada através da demonstração de acompanhada do número do kart infrator;

  3. Sujeitar o(a) piloto à posição imediatamente seguinte a que o(a) piloto prejudicado(a) tenha finalizado a etapa;

  4. Desclassificação de uma etapa, sinalizada através da demonstração de acompanhada do número do kart infrator

 

A aplicação da pena de Exclusão do Campeonato é de competência exclusiva da Comissão Organizadora.

A punição de “sujeitar o(a) piloto à posição imediatamente seguinte a que o(a) piloto prejudicado(a) tenha finalizado a etapa” poderá ser acumulada à punição de “acréscimo de 10 (dez) segundos ao tempo total de prova do(a) piloto infrator”.

A advertência não acarreta ao(à) piloto perda de pontos e/ou acréscimo de tempo, contudo, a segunda advertência sofrida em uma mesma etapa será convertida na punição de acréscimo de 10 (dez) segundos ao tempo total de prova (bandeira preta e branca).

O(A) piloto reincidente, na mesma etapa, na punição de acréscimo de tempo aplicada pela Direção de Prova (bandeira preta e branca), será automaticamente desclassificado daquela etapa (bandeira preta).

A desclassificação de uma etapa acarreta:

  1. A exclusão do(a) piloto do grid de chegada original, listando-o ao final, apenas para fins de controle de participação;

  2. A exclusão de qualquer pontuação que o(a) piloto somaria naquela etapa.

 

Cada punição aplicada pela Direção de Prova ocasionará, ainda, a perda de pontos na tabela classificatória, na seguinte proporção:

 

Punição - Pontos

Primeira Advertência (placa amarela) - Não há

Acréscimo de 10 (dez) segundos ao tempo total de prova do(a) piloto infrator - 03 pontos

Sujeitar o(a) piloto à posição imediatamente seguinte a que o(a) piloto prejudicado(a) tenha finalizado a etapa - 04 pontos

Desclassificação de uma etapa - 07 pontos

 

Cada cone (posicionado na pista pela Direção de Prova) derrubado por um(a) piloto, a qualquer tempo no curso da etapa, acarretará a ele a perda 02 (dois) pontos na tabela classificatória do Campeonato.

As decisões da Direção de Prova do Kartódromo deverão ser acatadas pelos(as) pilotos.

Vídeos SERVIRÃO APENAS COMO DEFESA/RECURSO com o intuito de retirar eventual punição a que tenha sofrido qualquer participante da etapa.

  1. Os vídeos deverão ser disponibilizados por meio eletrônico para a Comissão Organizadora do Campeonato, que irá repassá-los aos Fiscais de Pista para posterior deliberação.

  2. Não serão aceitos vídeos para impor alguma punição a outro piloto.

 

Das Premiações

Os 05 (cinco) primeiros colocados em cada etapa (incluindo a Corrida do Milhão) e em cada Categoria serão premiados com troféus.

Ao final do Campeonato, o(a) Campeão(ã) de cada Categoria receberá um troféu exclusivo; os 04 (quatro) seguintes – 2º ao 5º colocados – receberão troféus diferenciados dos demais participantes, que receberão troféus pela sua participação no Campeonato, de acordo com a sua colocação na tabela classificatória.

Também ao final do Campeonato, o(a) piloto que apresentar melhor dedicação e evolução, de acordo com critérios a serem avaliados pela Comissão Organizadora, será nomeado o “Destaque do Ano” e premiado com um troféu.

5. A CORRIDA DO MILHÃO

 

A Corrida do Milhão é uma etapa tradicionalmente disputada no mês de junho de cada ano como parte integrante do calendário do Campeonato TOTAL KART.

Trata-se de um endurance com 60 (sessenta) minutos de duração, sujeita à formatação especial descrita neste capítulo e, no que não for contraditório, às demais previsões deste Regulamento.

Da Troca de Kart na Corrida do Milhão

No curso da Corrida do Milhão, cada piloto deverá fazer uma parada nos boxes para troca do seu kart, sob pena de ser desclassificado da etapa.

Os boxes serão abertos para a realização da parada dos(as) pilotos entre 15 (quinze) e 35 (trinta e cinco) minutos de prova.

A abertura dos boxes será identificada por meio de sinalização própria.

Restando 05 (cinco) minutos para o fechamento dos boxes, será posta nova sinalização, com o fim de os(as) pilotos identificarem a situação.

As sinalizações sobre a abertura e fechamento dos boxes serão informadas aos(às) pilotos na sala de briefing do kartódromo no dia da realização da etapa.

A entrada do(a) piloto nos boxes será permitida enquanto e tão somente (os boxes) estiverem abertos.

A volta em que o(a) piloto efetuar a sua parada de box deve ser de, no mínimo, 04 (quatro) minutos, sob pena de serem acrescidos 03 (três)

minutos ao seu tempo total de prova.

O(A) piloto é responsável por:

  1. Controlar o seu tempo de parada nos boxes;

  2. Transferir o(s) lastro(s), placa de identificação com o número e o sensor de um kart para outro.

 

O(A) piloto não poderá deixar o box sem transferir para o novo kart o(s) lastro(s), a placa de identificação com o número e/ou o sensor, sob pena de ser desconsiderada a sua parada.

Se o(a) piloto tiver sua parada de box desconsiderada, poderá realizar outra, observado o tempo mínimo de volta descrito neste título.

 

Outras Condições Específicas para a Corrida do Milhão

 

A Corrida do Milhão será sempre realizada em sentido horário, com o fim de viabilizar as paradas de box.

Passados 03 (três) minutos do fechamento do box, o PaceKart entrará na pista para reagrupamento dos karts e posterior relargada.

A relargada será feita em movimento e em fila indiana.

No curso da Corrida do Milhão, a punição de “acréscimo de 10 (dez) segundos ao tempo total de prova do(a) piloto infrator”, aplicável pela Direção de Prova, será dobrada, logo, serão 20 (vinte) segundos acrescidos ao tempo total de prova do piloto infrator.

As punições de desclassificação e acréscimo de tempo previstas neste capítulo (“Da Corrida do Milhão”) serão consideradas punições de pista para fins de Descarte.

6. A ETAPA FINAL

A Etapa Final do Campeonato é disputada no formato de um endurance com 40 (quarenta) minutos de duração, sujeita à formatação especial descrita neste capítulo e, no que não for contraditório, às demais previsões deste Regulamento.

Da Troca de Kart na Etapa Final

No curso da Etapa Final, cada piloto deverá fazer uma parada nos boxes para troca do seu kart, sob pena de ser desclassificado da etapa.

 

Os boxes serão abertos para a realização da parada dos(as) pilotos entre 10 (dez) e 25 (vinte e cinco) minutos de prova.

A abertura dos boxes será identificada por meio de sinalização própria.

Restando 05 (cinco) minutos para o fechamento dos boxes, será posta nova sinalização, com o fim de os(as) pilotos identificarem a situação.

As sinalizações sobre a abertura e fechamento dos boxes serão informadas aos(às) pilotos na sala de briefing do kartódromo no dia da realização da etapa.

A entrada do(a) piloto nos boxes será permitida enquanto e tão somente (os boxes) estiverem abertos.

A volta em que o(a) piloto efetuar a sua parada de box deve ser de, no mínimo, 04 (quatro) minutos, sob pena de serem acrescidos 03 (três) minutos ao seu tempo total de prova.

O(A) piloto é responsável por:

  1. Controlar o seu tempo de parada nos boxes;

  2. Transferir o(s) lastro(s), placa de identificação com o número e o sensor de um kart para outro.

 

O(A) piloto não poderá deixar o box sem transferir para o novo kart o(s) lastro(s), a placa de identificação com o número e/ou o sensor, sob pena de ser desconsiderada a sua parada.

Se o(a) piloto tiver sua parada de box desconsiderada, poderá realizar outra, observado o tempo mínimo de volta descrito neste título.

Outras Condições Específicas para a Etapa Final

A Etapa Final será sempre realizada em sentido horário, com o fim de viabilizar as paradas de box.

No curso da Etapa Final, a punição de “acréscimo de 10 (dez) segundos ao tempo total de prova do(a) piloto infrator”, aplicável pela Direção de Prova, será dobrada, logo, serão 20 (vinte) segundos acrescidos ao tempo total de prova do piloto infrator.

As punições de desclassificação e acréscimo de tempo previstas neste documento serão consideradas punições de pista para fins de Descarte.

7. DAS CONSIDERAÇÕES FINAIS

Deverá haver uma corrida honesta para que todos possam desfrutar um momento de lazer, assim, a Comissão Organizadora do Campeonato TOTAL KART solicita a colaboração de todos, para que exista uma pilotagem segura e consciente com o fim de não causar qualquer prejuízo material e/ou físico a um(a) amigo(a) piloto.

O Kartódromo RBC Racing poderá adotar procedimentos que não estiverem explicitados neste Regulamento.

A Comissão Organizadora do Campeonato TOTAL KART se isenta de qualquer responsabilidade sobre acidentes envolvidos pelos(as) pilotos participantes durante a realização das etapas.

O Campeonato TOTAL KART não será responsabilizado por acidentes, eventual quebra dos karts e/ou por qualquer fator fora de seu controle que venha a interferir no resultado na etapa.

Eventuais alterações neste Regulamento serão válidas a partir da etapa seguinte à divulgação no site oficial do Campeonato.

Os membros da Comissão Organizadora que estiverem competindo serão considerados “apenas” pilotos e estarão sujeitos a este Regulamento.

Casos omissos neste Regulamento poderão ser tratados e solucionados pela Comissão Organizadora.

 

Belo Horizonte, 02 de fevereiro de 2021.