Corrida do Milhão 2019

A tradicional Corrida do Milhão do Campeonato Total Kart / Hoje em Dia já é um evento indispensável no calendário anual.

Disputada no mês de junho, tem o formado de um endurance com 60 (sessenta) minutos de duração, seguindo as regras específicas do Capítulo 5 do Regulamento do Campeonato.

A saber:

5. A CORRIDA DO MILHÃO

 

5.1. A Corrida do Milhão é uma etapa tradicionalmente disputada no mês de junho de cada ano como parte integrante do calendário do Campeonato TOTAL KART.

5.2. Trata-se de um “endurance” com 60 (sessenta) minutos de duração, sujeita à formatação especial descrita neste capítulo e, no que não for contraditório, às demais previsões deste Regulamento.

Da Troca de Kart

 

5.3. No curso da Corrida do Milhão, cada piloto deverá fazer uma parada nos boxes para troca do seu kart, sob pena de ser desclassificado da etapa.

5.4. Os boxes serão abertos para a realização da parada dos(as) pilotos entre 15 (quinze) e 35 (trinta e cinco) minutos de prova.

 

5.5. A abertura dos boxes será identificada por meio de sinalização própria.

5.6. Restando 05 (cinco) minutos para o fechamento dos boxes, será posta nova sinalização, com o fim de os(as) pilotos identificarem a situação.

5.7. As sinalizações sobre a abertura e fechamento dos boxes serão informadas aos(às) pilotos na sala de briefing do kartódromo no dia da realização da etapa.

5.8. A entrada do(a) piloto nos boxes será permitida enquanto e tão somente (os boxes) estiverem abertos.

5.9. A volta em que o(a) piloto efetuar a sua parada de box deve ser de, no mínimo, 04 (quatro) minutos, sob pena de serem acrescidos 03 (três) minutos ao seu tempo total de prova.

5.10. Antes de voltar para a pista, o piloto deve assinar a súmula presente nos boxes para este fim, sob pena de ser desconsiderada a sua parada.

5.11. O piloto é responsável por:

5.11.1. Controlar o seu tempo de parada nos boxes;

5.11.2. Transferir o(s) lastro(s), placa de identificação com o número e o sensor de um kart para outro.

5.12. O(A) piloto não poderá deixar o box sem transferir para o novo kart o(s) lastro(s), a placa de identificação com o número e/ou o sensor, sob pena de ser desconsiderada a sua parada.

5.13. Se o(a) piloto tiver sua parada de box desconsiderada, poderá realizar outra, observado o tempo mínimo de volta descrito neste título.

Outras Condições Específicas para a etapa

5.14. A Corrida do Milhão será sempre realizada em sentido horário, com o fim de viabilizar as paradas de box.

5.15. Passados 03 (três) minutos do fechamento do box, o PaceKart entrará na pista para reagrupamento dos karts e posterior relargada.

5.16. A relargada será feita em movimento e em fila indiana.

5.17. No curso da Corrida do Milhão, a punição de “acréscimo de 10 (dez) segundos ao tempo total de prova do(a) piloto infrator”, aplicável pela Direção de Prova, será dobrada, logo, serão 20 (vinte) segundos acrescidos ao tempo total de prova do piloto infrator.

5.18. [revogado].

5.19. As punições de desclassificação e acréscimo de tempo previstas neste capítulo (“Da Corrida do Milhão”) serão consideradas punições de pista para fins de Descarte.